Itapetinga continua sendo referência na Bahia para o enfrentamento do novo Coronavírus (COVID-19), ao contrário de municípios do Sudoeste como Vitória da Conquista, Jequié e Ipiaú, e no Sul, como Itabuna e Ilhéus, onde a situação é crítica e muito preocupante.

Itapetinga saiu na frente com a decisão acertada do prefeito em optar pela reabertura do comércio, mesmo diante de tanta pressão e muita crítica, mas não foi uma decisão isolada, embora tenha sido muito corajoso e determinado, que na condição de chefe do executivo, ouviu vários segmentos, participou de várias reuniões, envolveu na discussão o Gabinete de Crise, a CDL, a OAB, as principais Secretarias do município, entre outras instituições, elaborou e publicou até o presente momento, oito (08) Decretos Municipais com as condições necessárias para o funcionamento do comércio com segurança e o enfrentamento da COVID-19 no município.

Mesmo diante da confirmação de casos positivos da COVID-19 e dois óbitos, a decisão foi mantida, onde o comércio aberto não contribuiu para o avanço da doença no município, pelo contrário, a situação é estável e aponta uma diminuição dos Casos Monitorados, dos Casos Suspeitos que chegaram a 06 até a semana passada, para apenas 01 até às 18hs de ontem quando foi divulgado o Boletim da Vigilância Epidemiológica.

Com a vigência dos Decretos, a fiscalização foi ampliada no município alcançando toda a população, estabelecimentos comerciais, indústrias, instituições, comércio, circulação de vias, controle de entrada e saída de pessoas, Barreiras Sanitárias, monitoramento, captação de recursos para o enfrentamento à COVID-19, contratação de pessoal, aquisição de EPI’s, implantação de Hospital de Campanha, entre outras ações de enfrentamento ao novo Coronavírus. ( fonte Itapetinga na midia )