São inúmeras queixas que vem gerando insatisfação no que se refere as medidas que regem o decreto municipal, que visa manter o controle de prevenção ao combate do corona vírus em Barra do Choça. O Blog da Barra foi solicitado para abordar algumas questões impostas pelos decretos lançados ultimamente, que acaba contemplando uma classe e desfavorecendo outras, sendo que todos deveriam compartilhar das mesmas penalidades, ou dos benefícios de igualdade, porém, cumprindo com as obrigações resguardando a segurança de suas atividades em conformidade com as leis do decreto municipal. Mais de acordo com as reclamações que aumentam a cada dia, não está havendo fiscalização efetiva para coibir atividades que não deveriam está exercendo função, que foram suspensas por meio do decreto. Em questionamentos ficam vários pontos de interrogação ?

Por quer, as vans de trasporte alternativo ficaram suspensas de suas atividades, se tem carro de passeio fazendo o  seu papel de trasportar pessoas ?

Por quer, algumas lojas onde o índice de aglomeração de pessoas são maiores, mesmo mantendo o controle de acesso  tem permissão para funcionar, e as   lojas onde o movimento não gera aglomerações de pessoas não podem funcionar com as mesmas medidas das demais ?

Por quer, a maioria de bares estão burlando o decreto e funcionando internamente ?

Por quer, os Bancos e Lotéricas não tem suporte para obedecer o decreto municipal, tem que penalizar as pessoas expondo elas em filas que provoca aglomeração, sobre desconforto de sol, chuva e frio ?

Por quer, as entradas da cidade continuam livres  durante a noite facilitando a chegada de pessoas que acabam não sendo identificadas para o controle de monitoramento ?

Por quer, o toque de recolher não está sendo cumprido de acordo com a propagação do decreto municipal ?

São vários pontos de interrogação que acaba gerando insatisfação em comprovar a existência na indiferença que os decretos tem provocado na definição de suas imposições, no compartilhamento daqueles que estão se sentindo prejudicados em Barra do Choça, e define, Decreto sem fiscalização gera revolta na população!