Vereadora do município de Abaíra-BA, frente às denúncias, relata vergonhosa cultura de desrespeito e validação de agressões contra às mulheres.

A Secretaria Estadual de Mulheres da CUT Bahia, juntamente com o seu Coletivo, vem a público manifestar repúdio e indignação a toda prática de violência e discriminação contra as mulheres.

Diante do episódio de acusação de quebra de decoro demandado contra Ana Lúcia Souza, vereadora do município de Abaíra, frente às denúncias, realizadas pela mesma, de ataques de cunho difamatório e calunioso que vem sofrendo por parte dos parlamentares ao longo do mandato, fica clara a constatação de mais um demonstrativo da vergonhosa cultura de desrespeito e validação de agressões contra às mulheres.

É inaceitável que o machismo e o preconceito se instalem impunemente nos meios institucionais, fazendo da vereadora mais uma vítima da violência contra a mulher. Não podemos nos silenciar diante de práticas de violências e assédios, sejam no espaço privado ou público, pessoal ou institucional, para tal, exigimos investigação séria e punição aos agressores. Basta de culpar a vítima!


Lucivaldina Brito
Secretária de Mulheres da CUT Bahia