Mais um caso inusitado surge no Blog da Barra ,Segundo informações do proprietário do Jegue que não quis ser identificado, após ficar confinado por quarenta dias em um sitio recuperando de um problema em uma das coxas, ao retornar pra cidade percebeu algo estranho no comportamento do animal, todos os dias no mesmo horário ele pastava somente em um local, até que o dono, flagrou que o Jegue ficava a maioria do tempo beijando a pedra, isso já vinha acontecendo a cerca de um mês, que acabou ganhado o apelido de beija pedra, mais efeito causado pela quarentena em mais um caso inusitado que aparece em Barra do Choça.